reportou novo produto. 10 casos


Casos de hepatite continuam a subir colestática aguda associada ao consumo de suplementos e produtos de cúrcuma relatados pelo Instituto Superior de Saúde. O Ministério da Saúde informou um novo caso, o décimo, e relatou o integrador Curcuma 95% Máximo, com número de lote 18L264 e prazo 10/2021. O integrador interessado foi produzido pela Ekappa Laboratori srl para o Naturando S.r.l.

Nos últimos dias, o Ministério da Saúde relatou outros suplementos e produtos à base de açafrão e curcumina:

  • Curcumin Plus 95%, lote 18L823 e prazo 10/2021 NI.VA
  • Curcumina 95% (dose baixa), lote 18M861 e prazo 11/2021 NI.VA
  • Linha de marca de piperina Curcumin Plus 95% @ lotes 19B914 com vencimento em 02/2022 e 18e590 com vencimento em 03/2021 NI.VA
  • Complexo de Curcuma B.A.I. Aromatics, em nome de Vitamin Shop
  • Tumercur Sanandrea
  • MOVART Scharper SpA
  • Curcuma Meriva 95% 520 mg Piperina 5 mg, da farmácia Dr.Ragazzi
  • Curcuma "Boa Natureza" Colfiorito

Como precaução, o Ministério da Saúde recomenda a suspensão temporária do consumo dos produtos reportados. As autoridades de saúde, na verdade, ainda estão investigando para entender o que desencadeou os casos de hepatite, que não têm origem infecciosa e não são contagiosos.

© Reprodução reservada

Se você chegou aqui …

… você é uma das 40 mil pessoas que leem nossas notícias sem limitações todos os dias porque damos a todos acesso gratuito. Il Fatto Alimentare, ao contrário de outros sites, é um jornal online independente. Isso significa não ter um editor, não estar vinculado a lobbies ou partidos políticos e ter anunciantes que não interfiram com nossa linha editorial. Para isso, podemos escrever artigos que sejam favoráveis ​​ao imposto sobre bebidas açucaradas, para neutralizar o consumo exagerado de água engarrafada, para relatar advertências alimentares e para denunciar anúncios enganosos.

Tudo isso é possível também graças às doações dos leitores. Suporte Il Fatto Alimentare até um euro.

Giulia Crepaldi