qual deles devemos beber para ser mais sustentável?

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


qual deles devemos beber para ser mais sustentável? 1

Vamos começar com um fato muito importante que foi apresentado pela Universidade de Oxford: qualquer bebida vegetal é mais sustentável em termos de emissões de gases de efeito estufa no ambiente do que o leite de origem animal.
De fato, produzir um copo de leite envolve uma emissão de gases de efeito estufa quase três vezes mais altos ao de qualquer outra bebida vegetal e consome nove vezes mais terra do que qualquer outra alternativa ao leite.
Isso significa que a escolha de consumir alternativas de plantas sempre será uma boa prática do ponto de vista de nosso impacto ambiental. Mas podemos dar um passo adiante e entender qual, dentre as alternativas de plantas, é a “mais verde”.

Que problemas existem com o leite vegetal?

Toda produção e todo cultivo têm um “reflexo poluidor” no planeta, mas alguns mais que outros. Isto também se aplica no caso do “leite” vegetal. O jornal Guardian comparou informações e dados para mostrar as diferenças entre alternativas de plantas para consumo.

O problema é que alguns desses produtos para ser realizado em larga escala, exigem muito solo e água, ou são produzidos usando fertilizantes como o glifosato, ou mesmo praticamente fornecem sempre a exploração de mão de obra barata para a coleta de frutas. Um bom zimbro, sem dúvida, mas as soluções existem e podemos colocá-las em prática com facilidade.

Leite de quinoa

Quais são as piores bebidas vegetais?

Nas etapas inferiores do ranking elaborado pela jornalista Annette McGivney, o leite de amêndoa, o leite de coco e o leite de arroz acabaram, vamos ver o porquê.

Leia Também  Serragem reciclada e borrachas entre materiais

1 – Leite de amêndoa: Graças a uma investigação do jornal britânico, foi revelado que o cultivo intensivo de amêndoas na Califórnia causou a morte de 50 bilhões de abelhas nos últimos dois anos de cultivo, devido ao uso excessivo de fertilizantes e à mudança de habitat a que esses animais foram submetidos, os quais são enviados pelos apicultores para aqueles que cultivam amendoeiras a serem polinizadas. É somente graças a esses insetos que as árvores podem dar frutos. Em resumo, considerando que essas árvores exigem a polinização de um número muito alto de abelhas e que a demanda por leite de amêndoa no mundo aumentou enormemente (especialmente nos Estados Unidos, fala-se em 250% a mais em 5 anos). cultivo intensivo na Califórnia, de onde vêm 80% do suprimento mundial, cria grandes danos às colônias de abelhas e envolve o uso de vários pesticidas.

O que fazer? A solução, se você ainda quiser beber esse leite vegetal, é procure orgânico e isso vem das amêndoas cultivadas o mais próximo possível do nosso território (isso também se aplica às amêndoas que compramos inteiras, não apenas na forma de uma bebida)

2 – Leite de coco: com esta bebida, os problemas são essencialmente dois e também fáceis de adivinhar. Primeiro, o coco nasce e cresce apenas em um clima tropical; portanto, esse tipo de bebida sempre vem de lugares distantes e determina uma taxa enorme de emissões indiretas de gases de efeito estufa por meio de viagens isso faz para chegar até nós. Segundo, de acordo com uma pesquisa do New York Times, entre 2007 e 2014, as florestas tropicais da Indonésia foram desmatadas a uma taxa de três acres por minuto para dar lugar aos coqueiros. Isso também criou um exploração de trabalhadores não apenas lá, mas também nas Filipinas e na Índia.

Leia Também  Guirlanda de Natal cheia de alcachofras e batatas

O que fazer? Considerando que é um leite com sabor muito intenso e que não combina bem com tudo, uma boa idéia é evitá-lo, mas se você precisar de uma receita específica, poderá sempre contar com o Produtos com certificação Fair Trade.

3 – Leite de arroz: para nós na Itália, é um produto territorial que não vem do exterior, mas as plantações de arroz têm alguns grandes problemas: o uso de grandes quantidades de água e uso de fertilizantes. De acordo com o estudo da Universidade de Oxford “O arroz é um porco aquático e produz mais emissões de gases de efeito estufa do que qualquer outro leite vegetal “.

O que fazer? Escolha leite de arroz orgânico e apenas de origem italiana, ainda tentando limitar seu consumo.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
leite de avelã sustentável

Quais são as bebidas vegetais para escolher?

aqui as boas notícias chegam, porque as bebidas vegetais alternativas ao leite que podem ser consideradas suficientemente ecológicas não são de modo algum poucas e também muito saborosas.

1 – Leite de avelã: como todas as nozes – explica o Guardian – a avelã cresce em árvores que retiram o carbono da atmosfera e ajudam a reduzir as emissões de gases de efeito estufa em vez de aumentá-las. As avelãs são melhores do ponto de vista ambiental do que as amêndoas. eles são polinizados pelo vento e não de abelhas. A investigação define o leite de avelã “uma estrela em ascensão“, Mas também neste caso, devemos prestar atenção para verificar se as avelãs não vêm do exterior; em suma, a origem da matéria-prima deve sempre ser verificada: nada de novo.

2 – Leite de soja: o querido e velho, ele. Antes de tudo, é o único leite vegetal que se aproxima do leite de origem animal como conteúdo proteico. Do ponto de vista ambiental, se escolhermos a soja, é Italiano e que é orgânico evitaremos que ela provenha de culturas que forrageiam animais de fazenda que comem uma quantidade verdadeiramente incrível de soja, conforme explicado em muitos relatórios internacionais. Além disso, se realmente fosse cultivado apenas para se tornar uma bebida, o cultivo intensivo seria muito menos impactante do que agora; o que está ligado ao consumo da bebida em si é, portanto, um problema ecológico parcial. Sobre o fato de que pode doer, conversamos aqui e a resposta é: não.

Leia Também  Nhoque de estilo romano sem ervas com ervas

3 – Leite de aveia: é uma bebida que ainda não apresenta problemas de produção em larga escala, pois seu consumo está crescendo lentamente e se é verdade que as colheitas podem ser intensivas e que, principalmente nos EUA, são utilizados pesticidas, incluindo o glifosato , comprando bebidas cuja aveia ambos certificados como orgânicos e italianos, o problema não surge.

Em conclusão, a investigação do “The Guardian” responde sobre um ponto importante: a saber: de qualquer forma, o primeiro passo para uma maior sustentabilidade ambiental está ligado ao abandono do leite de origem animal a favor de bebidas vegetais (dados também confirmados recentemente pela vontade da cadeia internacional Sturbucks de trabalhar exatamente nesse ponto para reduzir bastante sua pegada ecológica) A escolha das bebidas é o segundo passo importante.







cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br