Plástico, descobriu uma enzima que divide o PET nos componentes básicos

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


garrafas de águaDe plástico usado principalmente para garrafas, tereftalato de polietileno ou animal de estimação, é reciclado apenas a 30% em todo o mundo. A parte enviada para as cadeias de reciclagem acaba principalmente em produtos como tapetes e fibras, por ser escura e opaca, não é apreciada pela indústria de bebidas. Isso explica por que as 359 milhões de toneladas de plástico (70 das quais de animal de estimação) todos os anos constituem um gigantesco problema ambiental, e porque a descoberta de pesquisadores da Universidade de Toulouse, em colaboração com uma empresa especializada em plásticos sustentáveis, pode representar um verdadeiro avanço. O estudo foi publicado na prestigiada revista natureza, que também dedicou um podcast à descoberta, também retirado de Science.

Para entender o que é um passo atrás. Em 2012, foi descoberta uma enzima chamada Lcc (da cutinase do composto de folhas e galhos, o ambiente em que foi isolado), que consegue dividir o animal de estimação em dois componentes essenciais: tereftalato, por um lado, e etilenoglicol de outro: um primeiro passo para sua reutilização como elementos básicos de um novo plástico transparente. Mas a enzima Lcc, que na natureza tem a função de quebrar as ligações das ceras nas plantas, atua melhor a 65 ° C, porque somente a essa temperatura, na qual o Pet começa a amolecer, ele pode atingir as moléculas de polímero e quebrar seus laços. Infelizmente, no entanto, a 65 ° C, ele só funciona por alguns dias e depois é desativado.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
Garrafa de plástico para animais de estimação
A enzima descoberta é capaz de quebrar o PET, o plástico das garrafas

Para isso os pesquisadores analisaram a estrutura da enzima, identificaram o ponto exato em que ela se liga ao animal e sintetizaram centenas de variantes, até encontrar uma que resista a até 72 ° C, mas, acima de tudo, 10 mil vezes mais forma ativa de partida do Lcc. Depois de reagir com 200 gramas de Pet, degradou 90% em 10 horas. O material obtido foi reutilizado na fabricação de garrafas e mostrou-se idêntico ao original.

Leia Também   Melhor das Receitas Vegan

Um dos outros aspectos muito positivo é o fato de que a enzima quebra as ligações do animal de estimação mesmo quando faz parte de uma mistura de polímeros, como costuma acontecer. O uso em larga escala dessa enzima pode dar uma mão significativa à reutilização do plástico, principalmente no que se refere ao enorme mercado de garrafas.

© Reprodução reservada

Agnese Codignola

jornalista científico



cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br