Nutella vendeu com 70% de desconto! Multa de € 375.000 na cadeia de supermercados


"Nutella com um desconto de 70%! Em nossos supermercados você pode comprar um pote de creme de 950 g a € 1,41 em vez de 4,70. Assim disse o panfleto da cadeia francesa de supermercados Intermarché de la Loire em janeiro de 2018. A iniciativa provocou cenas reais de assalto e terminou com 1,2 milhão de latas vendidas. Há tiroteios amadores que estiveram ao redor da rede, onde as pessoas são vistas em fila para entrar nas lojas e os clientes brigam para pegar um pote de creme.

A iniciativa teve muito sucesso, mas há um pequeno detalhe para lembrar. Na França, as vendas abaixo do custo são proibidas, porque são consideradas um sistema que estrangula o mercado e não garante um preço justo ao fabricante (para registro, deve-se dizer que a Ferrero havia autorizado um desconto de 25%). A cadeia de supermercados à distância de um ano foi condenada pela Direcção-Geral da Concorrência, Consumo e Repressão à Fraude (DGCCRF) a pagar uma multa de 375.000 euros. Na Itália não existem tais regras, e os supermercados podem decidir reduzir os preços à vontade, criando desequilíbrios no mercado. O problema é frequentemente registado em garrafas de azeite extra-virgem oferecidas por menos de € 3 / l, para leite, massas e outros produtos de coruja.

© Reprodução reservada

Se você chegou aqui …

… você é uma das 40 mil pessoas que leem nossas notícias sem limitações todos os dias porque damos a todos acesso gratuito. Il Fatto Alimentare, ao contrário de outros sites, é um jornal online independente. Isso significa não ter um editor, não estar vinculado a lobbies ou partidos políticos e ter anunciantes que não interfiram com nossa linha editorial. Para isso, podemos escrever artigos que sejam favoráveis ​​ao imposto sobre bebidas açucaradas, para neutralizar o consumo exagerado de água engarrafada, para relatar advertências alimentares e para denunciar anúncios enganosos.

Tudo isso é possível também graças às doações dos leitores. Suporte Il Fatto Alimentare até um euro.

Sara Rossi

jornalista editorial pessoal Il Fatto Alimentare