Meu dedo do pé precisa de amputação?

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


O que é amputação do dedo do pé?

A amputação dos dedos do pé é um procedimento comum, geralmente realizado em pacientes com pé diabético.

A amputação do dedo do pé normalmente é realizada em pacientes com pé diabético quando o dedo não pode ser salvo.

A amputação dos dedos do pé é um procedimento comum realizado por uma grande variedade de profissionais de saúde. Uma das indicações mais comuns para amputação do dedo do pé são pacientes com pé diabético. A maioria desses procedimentos é realizada por um cirurgião geral ou de pé.

A amputação do dedo do pé geralmente é realizada como último recurso quando o tratamento médico falha, ou o dedo do pé não pode ser recuperado. Doenças sistêmicas, como diabetes e hipertensão, precisam ser gerenciadas e afetam os vasos sanguíneos e os nervos.

O método de amputação do dedo do pé (desarticulação vs. osteotomia) e o nível de amputação (dígito parcial ou inteiro) dependem da extensão da doença e da anatomia. Em qualquer amputação, o grau de perda funcional pós-operatória é geralmente esperado e proporcional à quantidade de tecido amputado. O dedão do pé é considerado o mais importante dos dedos em termos funcionais.

Quando é feita a amputação dos dedos?

Existem três grandes indicações para amputação de qualquer parte do corpo:

Um dedo “morto” é aquele em que o suprimento sanguíneo é tão completamente comprometido que o infarto e a necrose (morte do tecido) se desenvolvem com um tecido inviável que fica seco e preto. Um dedo “morto” é mais comumente observado como uma complicação do diabetes devido a doença vascular. Outros principais fatores de risco para doença vascular periférica são tabagismo, hipertensão, hiperlipidemia, estreitamento ou espasmo dos vasos sanguíneos ou queimaduras graves.

Leia Também  Ruído de tráfego pode aumentar diabetes, riscos de pressão arterial

Um “mortal” A categoria resulta em sequelas sistêmicas e pode ser mortal se não for gerenciada imediatamente. A malignidade também pode exigir amputação, embora com pouca frequência.

Um dedo do pé é uma “perda morta” quando está doente a ponto de ser irreparável e deixar de funcionar.

Quando a amputação do dedo do pé não deve ser feita?

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

A principal contra-indicação para a amputação do dedo do pé é se o tecido morto for mal demarcado e irregular. Se as bordas da área de tecido morto não forem claras, o cirurgião não poderá demarcar a extensão da doença, afetando os resultados da cirurgia. A amputação de qualquer parte do corpo é contra-indicada se resultar em uma diminuição significativa na qualidade de vida em caso de expectativa de vida limitada.

Como é realizada a amputação dos dedos dos pés?

Antes da amputação do dedo do pé, o cirurgião realiza uma avaliação clínica detalhada e uma análise completa do sangue. Além disso, eles realizam uma avaliação completa do status dos nervos e vasos sanguíneos de ambos os membros.

  • O procedimento é realizado sob anestesia e é relativamente rápido.
  • O dedo afetado é completamente amputado com uma margem de tecido normal e saudável.
  • O método de amputação do dedo do pé (desarticulação versus osteotomia) e a extensão da amputação (dígito parcial ou total) dependem da extensão da doença e da anatomia.
  • A ferida é deixada aberta. O curativo e a limpeza das feridas são feitos regularmente até a ferida cicatrizar completamente.
  • O período completo de recuperação da cirurgia de amputação dos dedos do pé é de duas a quatro semanas.

Meu dedo do pé precisa de amputação? 2

QUESTÃO

Diabetes é definido melhor como …
Ver resposta

Avaliado clinicamente em 28/07/2020

Referências

“Amputação do dedo do pé”
Referência Médica Medscape



cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br