Atum congelado lembrado por histamina e bolinha de peixe para alérgenos


O Ministério da Saúde lançou o recall de um lote de vieiras de atum com barbatanas amarelas congeladas sob a marca Noriberica Frozen Food, devido à presença de histamina além do limite permitido. O produto em questão é distribuído em embalagens de 250 gramas com o número de lote P-19-039-18 e o prazo de validade 31/08/2020.

Vieiras de atum estes foram produzidos pela Congelados Noriberica SA, na fábrica da Ronda Don Bosco 24, em Vigo, Espanha. O aviso de recall especifica que o produto foi distribuído apenas no norte da Itália.

Como medida de precaução, recomenda-se não consumir as vieiras de atum com o número de lote informado e devolvê-las ao ponto de compra, onde o produto será reembolsado.

O ministério também publicou o aviso de recall de quatro lotes de bolas de peixe e choco Yuchi (Yu Chi Ball) para a presença de alergênicos de soja e ovo não declarados no rótulo. O produto objeto da disposição é vendido congelado em embalagens de 360 ​​gramas com os seguintes lotes e prazos:

  • Lote 27052019 e data de expiração 27/05/2019
  • Lote 12072019 e data de validade: 12/07/2019
  • Lote 02042020 e data de validade 02/04/2020
  • Lote 13032020 e data de vencimento 13/03/2020

As almôndegas recordadas eles foram produzidos por Me Fu Shl SL na fábrica de Carlos Jiménez Diaz em Alcalá de Henares (Madrid), Espanha. O recall foi espalhado pelo sistema de Rasff.

Neste caso Recomenda-se que indivíduos alérgicos a ovos e soja não consumam o produto indicado e devolvam-no ao ponto de compra. Para os consumidores que não sofrem de alergias alimentares, o produto é seguro.

A partir de 1º de janeiro de 2019, Il Fatto Alimentare relatou 32 recalls, para um total de 60 produtos, e 3 exclusões. Para ver todas as notificações, clique aqui.

© Reprodução reservada

Todos os dias, mais de 40 mil pessoas nos seguem.
Somos independentes e livres de lógica política e corporativa.
Tudo isso é possível também graças às doações dos leitores que cobrem 20% das despesas

Giulia Crepaldi